Topo

Esse conteúdo é antigo

Primeira-ministra da Nova Zelândia libera coelho da Páscoa para "trabalhar"

A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern Imagem: Frank Franklin II/AP

Do UOL, em São Paulo

06/04/2020 12h43

A primeira-ministra da Nova Zelândia Jacinda Ardern foi surpreendida por uma pergunta sobre o coelhinho da Páscoa durante uma coletiva de imprensa na manhã de hoje.

O país também adotou o isolamento social como medida para conter a transmissão do novo coronavírus. Questionada sobre o coelho da Páscoa, ela disse que ele está na lista de serviços essenciais.

"Vocês ficarão felizes em saber que nós consideramos tanto o coelho da Páscoa como a fada do dente entre os serviços essenciais", disse ela na coletiva. Depois, ela postou um comunicado em seu perfil no Instagram.

No entanto, ela avisou que o coelho pode não conseguir visitar todas as casas. "Como vocês podem imaginar nesse momento, eles estarão bem ocupados com suas próprias famílias e seus coelhinhos. Então eu digo às crianças da Nova Zelândia que se o coelhinho da Páscoa não chegar à sua casa, temos que entender que é um momento difícil para ele conseguir ir a todos os lugares", disse ela.

Ardern ainda pediu que os vizinhos se ajudem para criar ovos de Páscoa e brincadeiras com as crianças. Ela sugeriu que eles desenhem ovos e coloquem na porta de casa e deu até um email para que os desenhos sejam enviados para ela. A Páscoa será celebrada no próximo domingo.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Primeira-ministra da Nova Zelândia libera coelho da Páscoa para "trabalhar" - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL

Coronavírus