PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Menino de 11 anos caminha a pé da Itália até Londres para abraçar sua avó

Romeo durante a caminhada de 93 dias - Instagram/@romeos_big_journey_home
Romeo durante a caminhada de 93 dias Imagem: Instagram/@romeos_big_journey_home

Colaboração para o UOL, em São Paulo

02/10/2020 18h29

Romeo Cox aceitou um desafio extravagante para dar um abraço em sua avó. O menino de 11 anos partiu de Palermo, na região da Sicília (Itália), ao lado de seu pai, Phil, em uma viagem a pé de quase 2.800 km até Londres.

O garoto não vê sua avó, Rosemary de 77 anos, desde o ano passado, quando seus pais se mudaram da Inglaterra para a Itália. Apesar de o trajeto ter sido concluído no último dia 21, após 93 dias de caminhada, ele e seu pai ainda cumprem um período de 14 dias em quarentena antes do tão esperado abraço.

Romeo contou ao tabloide inglês 'The Sun' que enquanto a distância diminuía, a ansiedade só aumentava. Ele também relatou as principais dificuldades encontradas no percurso.

Desenho do trajeto que passou pela Suíça e pela França até o destino final - Instagram/romeos_big_journey_home - Instagram/romeos_big_journey_home
Desenho do trajeto que passou pela Suíça e pela França até o destino final
Imagem: Instagram/romeos_big_journey_home

"Nós nos perdemos algumas vezes. Dormimos debaixo de um ninho de vespas, o que não era uma boa ideia, e ficamos com os pés ensanguentados, mas nunca pensamos em desistir.

Em vez de reservar passagens de avião e chegar a Londres de avião em uma maneira convencional, Phil optou pela jornada para desfrutar mais da relação com seu filho.

O jornalista, de 46 anos, foi preso e torturado durante 70 dias, em 2016, durante a produção de uma reportagem no Sudão.

Os esforços de Romeo além de alegrar a vovó, sozinha desde o início do isolamento social, arrecadaram mais de 11 mil libras, cerca de R$ 80 mil, para uma instituição de apoio a refugiados.

Internacional