PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Vinícola pronta para colheita tem 500 kg de uva roubados e perde R$ 28 mil

Proprietário suspeita que alguém de dentro tenha articulado o crime - Reprodução/Vignoble et Cidrerie Coteau Rougemont
Proprietário suspeita que alguém de dentro tenha articulado o crime Imagem: Reprodução/Vignoble et Cidrerie Coteau Rougemont

Colaboração para o UOL, em São Paulo

28/10/2020 09h10

Um vinhedo em Rougemont, no Canadá, teve mais de US$ 5 mil (cerca de R$ 28 mil) em uvas roubadas na madrugada da última quinta-feira (22). Segundo Michel Robert, proprietário da empresa Vignoble et Cidrerie Coteau Rougemont, 500 quilos de uvas foram levados pelos ladrões, que ainda não foram identificados, logo na véspera da colheita.

As uvas roubadas faziam parte da última safra deste ano. Os funcionários da vinícola perceberam crime ao chegar no trabalho pela manhã. "É realmente frustrante ver que todo o trabalho foi simplesmente desperdiçado", disse Benoit Giroussens, gerente da vinícola, para o site CBC News.

O parreiral fica em um local isolado, escondido na mata, o que faz com que o proprietário da vinícola, suspeite que pessoas que conheçam a plantação tenham articulado o crime.

Segundo ele, a colheita não é demorada, portanto, o roubo não deve ter demorado mais que dez minutos. 500 quilos de uva foram roubados, quantidade necessária para a produção de cerca de 300 garrafas de vinho branco, vendidas entre US$ 15 a US$ 20 cada unidade.

Os únicos rastros foram deixados na cena do crime foram marcas dos pneus de um veículo 4x4 e alguns sacos de lixo pretos com uvas dentro. A polícia ainda não prendeu nenhum suspeito.

Michel Robert "espera" que os ladrões façam vinho com as uvas, pois "não é um produto que se possa guardar por uma semana". "Eles podem fazer vinho em uma garagem com uma pequena prensa", complementou ao portal Les Affaires.

Esta é a primeira vez que a vinha do empresário tem um grande número de uvas roubadas. Agora, o homem planeja doar cinco caixas de vinho para quem ajudar a polícia a colocar encontrar os responsáveis pelo crime.

As uvas roubadas representam uma pequena parte do pomar, que produz anualmente 150 toneladas de uvas.

Internacional