PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Gerente se confunde e dá vinho de R$ 11 mil a casal que pediu um de R$ 100

Um gerente colocou as bebidas em decantadores para servir e confundiu os recipientes na hora de entregar nas mesas do restaurante Balthazar, em Nova York - Reprodução/Google Maps
Um gerente colocou as bebidas em decantadores para servir e confundiu os recipientes na hora de entregar nas mesas do restaurante Balthazar, em Nova York Imagem: Reprodução/Google Maps

Do UOL, em São Paulo

22/10/2020 11h57

Um casal se deu muito bem após receber um vinho de US$ 2 mil (cerca de R$ 11 mil) quando, na verdade, pediram uma garrafa de vinho de US$ 18 (aproximadamente R$ 100). A situação inusitada aconteceu depois que um gerente colocou as bebidas em decantadores para servir e confundiu os recipientes na hora de entregar nas mesas do restaurante Balthazar, em Nova York, nos EUA.

Segundo Keith McNally, dono do restaurante, quatro empresários da Wall Street — rua da bolsa de valores de Nova York — estavam no restaurante e pediram uma garrafa de vinho Château Mouton Rothschild avaliada em R$ 11 mil. Enquanto um casal que estava no local pediu, no mesmo instante, uma garrafa de Pinot Noir que custa R$ 100.

Um dos gerentes do local então tirou o vinho caríssimo da embalagem, colocou em um decantador e então fez o mesmo com o líquido mais barato. Ao entregar para o garçom, o gerente confundiu os recipientes e inverteu os pedidos.

Ao notarem o erro gravíssimo, o gerente ligou para Keith que se deslocou até o local e se questionou se avisaria a mesa sobre os erros.

"O clima de comemoração dos empresários foi claramente reforçado pelo vinho que eles erroneamente pensaram ser o mais caro do restaurante. Isso me colocou em um dilema: confessar e admitir o erro do gerente ou permitir que eles continuem bebendo o vinho barato em feliz ignorância. Seguir o último caminho certamente seria o mais fácil. Também o mais barato. Era impensável a essa altura tirar o verdadeiro vinho da mesa do jovem casal", contou no Instagram.

Então o dono do local decidiu contar a verdade sobre o erro.

"Decidi desviar do meu comportamento normal e contar a verdade a ambas as partes. O empresário de Wall Street respondeu dizendo: 'Achei que [o vinho servido] não era um 'Rothschild!' Os outros na mesa acenaram com a cabeça em concordância servil."

E continuou: "O jovem casal ficou em êxtase com o erro do restaurante e me disse que era como se o banco cometesse um erro a seu favor. O problema era que fui eu que perdi US$ 2.000, não o banco. Ambas as partes deixaram Balthazar feliz naquela noite, mas os mais jovens saíram mais felizes."

Internacional