PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Mulher recebe prêmio de R$ 5 milhões por se vacinar contra a covid nos EUA

Abbigail Bugensk ficou sabendo da premiação quando governador ligou para ela - Reprodução/Facebook
Abbigail Bugensk ficou sabendo da premiação quando governador ligou para ela Imagem: Reprodução/Facebook

Colaboração para o UOL, em São Paulo

27/05/2021 15h20Atualizada em 28/05/2021 08h55

Em um sorteio inusitado, realizado ontem, o estado americano de Ohio presentou duas pessoas por se vacinarem contra a covid-19, em um programa de incentivo à imunização de jovens e adultos.

Uma mulher chamada Abbigail Bugensk receberá US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,26 milhões na cotação atual), enquanto um jovem de 14 anos poderá estudar em qualquer universidade estadual com livros, mensalidades e acomodação custeados pelo governo.

Você pode assistir a toda a programação do Canal UOL aqui

Segundo a Associated Press, o governador de Ohio, Mike DeWine, disse que mais de 2,7 milhões de adultos e 104 mil adolescentes que passaram pela vacinação se inscreveram para concorrer ao sorteio estadual chamado de "Vax-a-Million". Ele revelou que, baseado no sucesso da primeira ação, pretende sortear mais quatro prêmios iguais.

"Estamos muito felizes que isso tenha levado tantas pessoas em Ohio a se vacinarem e temos o prazer de anunciar os vencedores da primeira série de sorteios", disse DeWine ao anunciar o nome dos vencedores.

A nova milionária Bugensk disse que ficou sabendo do prêmio por meio de uma ligação do próprio governador. Já o jovem Joseph Costello, de apenas 14 anos, sentou-se com os pais na sala de casa para participar de uma chamada de vídeo com o executivo estadual.

"Comecei a gritar no meu quarto que eu era uma milionária. Meus pais acharam que tinha alguma coisa errada comigo e precisaram me acalmar. Só acreditei quando muitas pessoas começaram a me seguir e eu comecei a receber um monte notificações", disse a jovem.

Além de Ohio, outros estados como Colorado, Nova York, Oregon e Maryland devem promover um sorteio para incentivar a vacinação com a parcela mais jovem dos EUA.

Internacional