PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Repórter se suja de lama para fingir ajuda em área inundada e é demitida

Jornalista se desculpou pelo ato nas redes sociais - Reprodução/Twitter
Jornalista se desculpou pelo ato nas redes sociais Imagem: Reprodução/Twitter

Colaboração para o UOL, em São Paulo

23/07/2021 18h48

A repórter alemã Susanna Ohlen, de 39 anos, foi demitida ontem pela emissora de TV RTL após ser flagrada se sujando de lama para simular, em uma reportagem, que ajudava uma comunidade que fora afetada pelas enchentes do temporal que atingiu Europa na semana passada.

Na reportagem da RTL, Ohlen aparece com galochas, chapéu e luvas. Manchas suaves na pele, no rosto e na roupa passavam a impressão de que a comunicadora havia, de fato, tido contato com as áreas afetadas pela enchente.

No entanto, um vídeo dos bastidores da reportagem gravado por um morador do bairro mostrou como a jornalista havia se sujado. De costas para a câmera, e na frente da equipe, ela se inclina, pega lama e espalha pelo corpo.

Exposta, a repórter da RTL acabou demitida ontem e publicou um pedido de desculpas em sua conta do Instagram.

Cometi um erro grave na segunda-feira (19). Depois de ter ajudado a região nos dias anteriores, fiquei com vergonha de aparecer na TV com a roupa limpa naquele lugar. Então, sem pensar duas vezes, espalhei lama nas minhas roupas."

Segundo o site inglês Independent, Ohlen começou a trabalhar na emissora em 2008, quando ela tinha 26 anos. "Como jornalista, eu jamais deveria ter feito algo assim. Mas me preocupo com o sofrimento de todos os afetados pela enchente. Sinto muito", escreveu.

Ao jornal alemão Bild, a RTL informou que "a abordagem da repórter contradiz claramente os princípios jornalísticos e os nossos próprios padrões".

Internacional