Exclusivo para assinantes UOL

Opinião: Feminismo muçulmano luta para encontrar uma terceira via

Ursula Lindsey

Em Rabat (Marrocos)

  • Divulgação

    A marroquina Asma Lamrabet é uma conhecida ativista feminista e muçulmana

    A marroquina Asma Lamrabet é uma conhecida ativista feminista e muçulmana

No mês passado, Asma Lamrabet, uma conhecida feminista marroquina, renunciou de sua posição na Liga dos Sábios Maometanos, onde dirigia um centro de estudos das mulheres no Islã. Ela foi forçada a renunciar, explicou em uma declaração, devido à reação ao seu apoio a uma exigência que permanece controversa no mundo árabe e muçulmano: que as mulheres recebam sua parte justa.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos