Em greve, funcionários do Ibama fazem vigília no CCBB até serem atendidos por Lula

Camila Campanerut
Do UOL Notícias

Centenas de funcionários do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) promovem na manhã desta quarta-feira (28) passeata e carreata pela reestruturação da carreira de especialista em meio ambiente.

Em greve desde o dia 7 de abril, os manifestantes caminham cerca de seis quilômetros, da sede do instituto, passando pelo Ministério do Meio Ambiente, até o CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), sede provisória do governo federal. Eles pedem uma audiência com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda hoje.

“Estamos negociando com o Ministério do Planejamento desde 2006. Em 2 de março, entraríamos em greve, marcaram quatro reuniões, mas não saiu o projeto. Entramos em greve. Vamos ficar em vigília no CCBB até sermos atendidos pelo presidente”, explicou o presidente nacional do Asibama (Associação Nacional dos Servidores do Ibama), Jonas Morais.

Com a paralisação, qualquer tipo de demanda de licenciamento ambiental, operações de fiscalizações e atendimento ao público estão canceladas. Parques nacionais, como o Água Mineral em Brasília, estão fechados.

Segundo Morais, representantes de 16 Estados estão presentes do movimento. À noite, eles serão recebidos pelo ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, e parlamentares do PT para tentar fechar um acordo que pode resultar em um projeto de lei a ser encaminhado ao Congresso Nacional.

A expectativa dos servidores é de que ainda hoje saia uma definição sobre a reivindicação deles, o que encerraria a greve.

Tradutor: Em Brasília

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos