PUBLICIDADE
Topo

Deputado Luiz Flávio Gomes morre aos 62 anos, em São Paulo

O deputado Luiz Flávio Gomes (PSB-SP) - Vinícius Loures/Câmara dos Deputados
O deputado Luiz Flávio Gomes (PSB-SP) Imagem: Vinícius Loures/Câmara dos Deputados

Do UOL, em São Paulo

01/04/2020 08h44

O deputado federal Luiz Flávio Gomes (PSB-SP) morreu na madrugada de hoje, aos 62 anos. Ele estava de licença do cargo de deputado para realizar o tratamento de uma leucemia mieloide aguda, diagnosticada em setembro de 2019.

O jurista e professor de direito penal, eleito para o legislativo em 2018, não resistiu à doença, segundo informou o Hospital Sírio Libanês.

Gomes chegou a realizar um transplante de medula no dia 14 de janeiro deste ano. No entanto, seu quadro piorou nos últimos dias e se tornou irreversível.

Em sua eleição como deputado federal, Gomes recebeu mais de 86 mil votos. Além disso, atuou como advogado, promotor de justiça e juiz, e também foi policial civil e delegado, nos anos 1980, e publicou livros, como "O Jogo Sujo da Corrupção".

Em nota, o PSB lamentou a morte de Luiz Flávio Gomes. O texto foi assinado pelo presidente nacional do partido, Carlos Siqueira.

"O Partido Socialista Brasileiro (PSB) recebeu com profunda consternação a notícia do falecimento do deputado federal Luiz Flávio Gomes, membro do PSB em São Paulo. O jurista, de 61 anos, faleceu na madrugada desta terça-feira (1), em São Paulo, após longo tratamento de uma leucemia."

O comunicado falou da carreira de Gomes: "Autor de mais de 60 livros de direito penal, constitucional e de combate à corrupção, deixou a carreira pública para criar a primeira escola a distância do país para alunos do Direito, numa rede que ganhou alcance continental. Obstinado pelo combate à corrupção, LFG fundou o movimento "Quero um Brasil Ético" e escolheu o PSB para disputar uma eleição e defender seus ideais no Congresso Nacional. (...) Marcou sua rápida passagem pela Câmara com uma intensa e qualificada produção legislativa e despontava como um hábil articulador, respeitado por seu conhecimento jurídico".

Política