PUBLICIDADE
Topo

Política

Não sou Jesus do Flamengo, mas sou Messias do Executivo, diz Bolsonaro

Mateus Bonomi/AGIF/Estadão Conteúdo
Imagem: Mateus Bonomi/AGIF/Estadão Conteúdo

Do UOL, em São Paulo e Brasília

24/09/2020 16h32Atualizada em 24/09/2020 20h06

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) exaltou hoje o trabalho dos agentes da PRF (Polícia Rodoviária Federal). Depois de citar a facada sofrida durante a campanha eleitoral, em 2018, Bolsonaro falou sobre o "dever de buscar segurança" e fez elogios ao Rio de Janeiro, estado que o acolheu e projetou para a vida pública.

"Costumo dizer que não sou Jesus do Flamengo, mas sou o Messias do Executivo", brincou o presidente, fazendo referência ao ex-técnico do clube carioca. "Mas quem entra em campo são vocês. A vida, depois da liberdade, é o bem mais sagrado que nós temos", completou.

A declaração foi feita durante uma cerimônia que marcou a entrega de novas estruturas e equipamentos para a sede da PRF no Rio de Janeiro. Também participaram do evento o diretor da PRF, Eduardo Aggio Sá, e o governador em exercício, Cláudio Castro (PSC).

Bolsonaro ainda anunciou que mais 2 mil vagas para a PRF devem ser abertas entre o final deste ano e o início do ano que vem. "Isso é sangue novo na PRF, isso são meios para que vocês possam melhor trabalhar e ajudar no tocante à segurança pública em nosso país", disse o presidente.

No ano passado, o governo empossou mais de 1,5 mil novos servidores na PRF. Em seu discurso, o presidente elogiou a corporação que, segundo ele, tem desenvolvido um trabalho cada vez melhor.

"A nossa Polícia Rodoviária Federal realmente nos orgulha a todos. As suas operações são cada vez mais minuciosamente preparadas e os meios, aos poucos, vão chegando, de modo que o próprio PRF se orgulha de ter uma polícia preparada dessa maneira", celebrou.

*Com Agência Brasil

Política