PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Senador provoca aglomeração em Roraima com evento de "prestação de contas"

Senador roraimente Telmário Mota (Pros) provoca aglomeração ao realizar evento em Rorainópolis - Reprodução/Instagram/Telmário Mota
Senador roraimente Telmário Mota (Pros) provoca aglomeração ao realizar evento em Rorainópolis Imagem: Reprodução/Instagram/Telmário Mota

Do UOL, em Brasília

16/01/2021 19h03

O senador Telmário Mota (Pros-RR) realizou um evento de "prestação de contas" que provocou aglomeração em uma praça de Rorainópolis, no sul de Roraima. De acordo com o próprio parlamentar, mais de 5.000 pessoas compareceram.

Imagens do local mostram que havia pessoas sem mascará e próximas umas das outras. Regras de distanciamento social não foram respeitadas.

Até 18h40, o UOL não conseguiu localizar nem o senador nem a sua assessoria para comentar a reportagem.

Em seu Instagram, Telmário publicou fotos do evento e disse que a "prestação de contas" foi "um sucesso". "Mais de 5 mil pessoas estavam presentes. Pudemos falar do trabalho que estamos realizando por Roraima no Senado Federal e nos alegrar por todas nossas conquistas, já pensando nos próximos passos. Quero agradecer a presença de todos. Juntos somos mais fortes!", escreveu ele.

Logo após a postagem, usuários da rede social observaram que as 5.000 pessoas formavam aglomeração na praça de Rorainópolis em um momento no qual o Brasil acumula mais de 200 mil mortes decorrentes da pandemia do coronavírus.

Telmário - Reprodução/Instagram/Telmário Mota - Reprodução/Instagram/Telmário Mota
Mais de 5.000 pessoas se aglomeravam na praça
Imagem: Reprodução/Instagram/Telmário Mota

"O senhor fez essa festança durante esse período tão grave da pandemia? Inacreditável, desumano", questionou a usuária Tatiani Viana.

A cidade de Rorainópolis fica na divisa com o Amazonas, estado cuja rede de saúde se encontra em colapso por conta da alta de mortes por covid-19 e casos de contaminação. Entre os problemas mais graves estão a falta de vagas em leitos de UTI e a insuficiência de respiradores.

Há dois dias, o governo de Roraima, que também enfrenta dificuldades relacionadas ao enfrentamento à pandemia, instalou uma barreira sanitária no município a fim de isolá-lo na divisa com o Amazonas e restringir o trânsito de pessoas e veículos.

Política