Apesar de greve, hospital da Unifesp funciona

São Paulo - A greve dos docentes da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), que teve início nesta quarta-feira, não afetou o funcionamento do Hospital São Paulo, o hospital universitário da instituição federal, que funciona na Vila Clementino, zona sul da capital paulista. Segundo a Unifesp, a unidade funciona normalmente, já que a greve dos docentes não envolve os servidores da universidade. As informações são da Agência Brasil.

Segundo a Associação dos Docentes da Unifesp (Adunifesp), a paralisação atinge cinco dos seis campi da Unifesp no Estado de São Paulo (Baixada Santista, Diadema, Osasco, São José dos Campos e São Paulo). Em Guarulhos, os docentes estão mobilizados, mas ainda avaliam se entrarão em greve, embora os estudantes, insatisfeitos com as condições estruturais do campus, já estejam parados há quase dois meses. Segundo a Adunifesp, a instituição tem há 1,2 mil professores.

AE

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos