No Rio, Pezão pede que população doe sangue

Rio - O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (MDB), disse nesta quarta-feira, 30, em entrevista concedida à Rádio Tupi, que a situação de abastecimento está se normalizando no Rio neste décimo dia de greve dos caminhoneiros, que perde força. Pediu, porém, ajuda da população para reforço nos estoques de sangue.

Pezão fez um apelo à população para que doe sangue em frente ao Palácio Duque de Caxias, na Central do Brasil, onde foi montada, pela Secretaria de Estado de Saúde, uma estrutura de recolhimento, já que é preocupante o baixo estoque do Hemorio. "Está sendo realizada hoje uma ação conjunta entre a Secretaria de Estado de Saúde e as Forças de Segurança para aumentar o número de doações. Pedimos à população que doe, o estoque de sangue diminuiu muito no Hemorio", disse Pezão.

Roberta Jansen

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos