PUBLICIDADE
Topo

De fácil transmissão, sífilis aumenta risco de contaminação por HIV

Do UOL

Em São Paulo

22/08/2013 06h00

A sífilis é uma DST (Doença Sexualmente Transmissível) fácil de ser tratada. No entanto, é transmitida com muita facilidade. E a doença aumenta o risco de contaminação pelo vírus da Aids. As informações são do infectologista Ricardo Vasconcelos, do Hospital Emílio Ribas e do Hospital das Clínicas da USP, que conversou com o colunista Jairo Bouer no @saúde desta semana.

Vasconcelos alerta que qualquer DST aumenta o risco de contaminação pelo HIV, por isso a prevenção da Aids também passa pelos alertas contra outras doenças transmitidas por relações sexuais desprotegidas.

A sífilis é uma doença infecciosa causada pela bactéria Treponema pallidum, que parece uma espiral. Ela é transmitida em qualquer forma de sexo, e também por uma mulher para o filho, na gestação ou no parto. O médico diz que até existem casos em que a doença é transmitida pelo contato com a pele íntegra.

Os primeiros sintomas da doença são pequenas feridas nos órgãos sexuais e caroços nas virilhas (ínguas), que surgem alguns dias após o sexo desprotegido com alguém infectado. Mesmo sem tratamento, essas feridas podem desaparecer sem deixar cicatriz. Mas a pessoa continua com a bactéria e pode transmiti-la.

É possível contrair a sífilis diversas vezes. O tratamento é simples e é feito com antibióticos.

Se você tem alguma pergunta sobre sexo ou saúde, envie para drjairobouer@uol.com.br. Algumas questões serão selecionadas e respondidas nos programas.

Notícias