Garoto deixa cabelo crescer para fazer perucas para crianças com câncer

Do UOL, em São Paulo

Christian McPhilamy é um garoto de oito anos que vive em Melbourne, na Flórida (EUA). Há cerca de dois anos ele viu um comercial de TV que mudou sua vida: era sobre um hospital que trata de crianças com câncer, o St Jude Children's Hospital.

Foi então que ele ficou determinado em deixar o cabelo crescer para fazer perucas para crianças que perdem o cabelo por conta do tratamento da doença. No dia 20 de maio, o garoto cumpriu o planejado e cortou mais de 25 centímetros de cabelo para doar.

O próprio McPhilamy foi quem escolheu a instituição para quem doaria as mechas de seu cabelo loiro, a Crianças com Perda de Cabelo, que fica em Michigan e ajuda crianças de vítimas de câncer e de queimaduras.

Mas o caminho até o objetivo não foi fácil, e sim cheio de críticas e bullying. "De seus colegas de escola chamando-o de menina, até mesmo professores e amigos da família dizendo que ele deveria cortar o cabelo e até mesmo oferecendo dinheiro para que ele cortasse. Mesmo assim, ele nunca se desviou do objetivo e procurou educar os outros sobre o porquê da escolha de deixar o cabelo crescer", contou a mãe do garoto, Deeanna Thomas, 28.

No dia do tão esperado corte, o cabelo de Christian foi dividido em quatro rabos de cavalo que, depois de cortados, foram colocados em sacos plásticos e enviados pelo correio para a instituição. (Com Florida Today e Daily Mail)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos