Quadrigêmeos nascem após gravidez natural na BA: "Um milagre", vibra mãe

Renan Prates

Colaboração para o UOL

  • Reprodução/Facebook

    Eliomaria Gomes teve quadrigêmeos em gestação natural: "parecia impossível"

    Eliomaria Gomes teve quadrigêmeos em gestação natural: "parecia impossível"

Uma mãe de Riachão do Jacuípe (BA), cidade que fica a 200 km da capital Salvador, deu à luz quadrigêmeos em gestação natural. Eliomaria Gomes teve três meninas e um menino no dia 26 de janeiro. Maria Eduarda, Maria Elisa, Maria Elena e Elias mobilizaram a equipe médica da Maternidade de Referência Prof. José Maria de Magalhães Netto e nasceram saudáveis.

Em sua página no Facebook, a mãe celebrou o nascimento das crianças: "Aquilo que parecia impossível. Aquilo que parecia não ter saída. Mas Jesus mudou minha sorte. Sou um milagre. Estou aqui. A Deus Toda Honra e toda Glória", escreveu Eliomaria.

O parto aconteceu na Maternidade de Referência Prof José Maria de Magalhães Netto, situada em Salvador. Ao UOL, a diretora da instituição explicou que a mãe recebeu acompanhamento muito próximo desde o início da gestação.

Leia também

Karine Valverde detalhou o procedimento, que contou com uma extensa equipe médica para garantir o nascimento seguro dos bebês. Segundo a diretora, Eliomaria compareceu ao pré-natal desde os dois meses de gestação. Houve um planejamento detalhado para o parto, considerando o fato de os quadrigêmeos não chegariam aos nove meses de gestação.

As quatro crianças nasceram com 31 semanas (sete meses e três semanas), com pesos variados entre 1 e 1,6 kg. Karine conta que duas delas foram para Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e duas para a Unidade de Cuidados Intermediários (UCI).

Arquivo Pessoal
Equipe médica da Maternidade na BA foi mobilizada para nascimento dos quadrigêmeos

A diretora da maternidade explicou que a mãe e as quatro crianças passam bem. Com a ajuda de uma amiga, Eliomaria está sob o Método Canguru, que é utilizado para aumentar o contato entre a mãe e os bebês e para estimulá-los a ganhar peso mais rápido.

Karine acredita que a mãe e as quatro crianças devem ter alta em 30 dias. O planejamento da equipe médica é liberar os bebês para casa apenas quando eles adquirirem um peso entre 2 e 2,5 kg.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos