Cientistas criam o menor gene de um organismo vivo existente

Washington, 24 Mar 2016 (AFP) - Pesquisadores americanos criaram em um laboratório, nesta quinta-feira, o menor genoma viável existente na natureza, que contém o número mínimo de genes necessários para que um organismo funcione e se autorreproduza.

O genoma sintético desse micróbio, chamado Syn 3.0, tem apenas 473 genes. Em comparação, um ser humano tem cerca de 20.000.

A equipe que realizou a façanha é dirigida por Craig Venter, pioneiro no sequenciamento do DNA, que também criou o primeiro organismo controlado por um genoma sintético em 2010.

Os pesquisadores que conseguiram criar esse genoma ainda não foram capazes de determinar as funções de 149 dos 473 genes, um terço do total, segundo explicaram nos trabalhos publicados nesta quinta-feira na revista Science.

Segundo os biólogos, criação desta célula dotada apenas dos genes necessários para que exista vida em sua forma mais básica, poderá ajudar a compreender a função de cada gene essencial à vida.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos