Caçadores de tesouros não encontram 'trem de ouro nazista' na Polônia

Varsóvia, 25 Ago 2016 (AFP) - Os caçadores de tesouros que buscavam um suposto "trem de ouro nazista" que teria sido escondido pelos alemães no final da Segunda Guerra Mundial perto de Walbrzych (sudoeste da Polônia) anunciaram nesta quinta-feira que não encontram nenhuma pista.

Após duas semanas de buscas, "não encontramos nada", declarou à AFP Andrzej Gaik, porta-voz da equipe de caçadores de tesouros amadores poloneses e alemães.

"Esta noite decidimos interromper as buscas, e temos que admitir que não obtivemos resultados", informou.

A existência desse trem foi descartada em dezembro pelos especialistas da Academia de Minas da Cracóvia, que não excluíram, porém, a hipótese da existência de um túnel, reconhecendo anomalias do terreno.

Por isso, os caçadores de tesouros decidiram continuar com a sua busca.

As escavações foram realizadas com fundos próprios dos promotores da iniciativa e de patrocinadores privados, depois de terem obtido as autorizações oficiais.

Gaik indicou nesta quinta que a mesma equipe irá voltar a escavar em setembro, em local "muito próximo", após receberam a autorização.

Durante anos, as histórias sobre dois trens nazistas desaparecidos na primavera de 1945 na região de Walbrzych, supostamente contendo ouro e obras de arte, estimulou a imaginação de muitos caçadores de tesouros.

Eles baseiam sua confiança na existência comprovada de importantes túneis subterrâneos construídos pelos alemães na época nazista, incluindo aqueles ao redor do enorme castelo de Ksiaz (Fürstenstein), perto de Walbrzych.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos