Inundações no Egito fazem ao menos 22 mortos

Cairo, 30 Out 2016 (AFP) - Pelo menos 22 pessoas morreram e 72 ficaram feridas nas inundações causadas pelas chuvas torrenciais registradas na sexta-feira no Egito, segundo um balanço do Ministério da Saúde fornecido neste domingo.

Este balanço pode aumentar à medida que algumas famílias não reportaram as mortes de parentes às autoridades, indicou o porta-voz do Ministério da Saúde, Khaled Megahed.

O governo anunciou no sábado que iria liberar 50 milhões de libras egípcias (5,1 milhões de euros) para as áreas afetadas pelas inundações, principalmente na província de Sohag (sul), Sul do Sinai e a costa do Mar Vermelho.

De acordo com os jornais Al Masry Al Yum e Al Watan, os residentes de Ras Gharib (província do Mar Vermelho), a cidade mais afetada pelas enchentes, manifestaram sua ira bloqueando a passagem do comboio que transportava o primeiro-ministro no sábado.

Só na cidade de Ras Gharib, 10 pessoas morreram nas inundações, de acordo com uma fonte médica local que pediu anonimato.

Nesta cidade costeira, as chuvas e inundações danificaram casas e a água inundou as ruas, arrastando os veículos.

Nesta época do ano, as fortes chuvas são comuns no Egito, onde muitas vezes causam inundações.

ht-emp/feb/jvb/age/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos