Inundações matam 50 na República Democrática do Congo

Kinshasa, 29 dez 2016 (AFP) - Ao menos 50 pessoas morreram no sudoeste da República Democrática do Congo (RDC) devido a inundações provocadas por chuvas torrenciais e pela cheia do rio Kalamu na terça-feira, indicaram nesta quinta-feira à AFP fontes oficiais.

"A chuva de segunda e terça-feira em Boma deixou ao menos 50 mortos", declarou à AFP Jacques Mbadu, governador da província de Congo Central (sudoeste).

A busca "de outros corpos eventualmente enterrados no barro" prossegue, declarou o governador em uma conversa telefônica com a AFP.

Segunda cidade da província do Congo central, Boma abriga o único porto da RDC no oceano Atlântico. É banhada por dois rios, o Kalamu e o Lovo.

"Boma está destruída. Em menos de duas horas as águas subiram até dois metros acima do nível normal", disse Mbadu. "Ao menos 500 casas foram destruídas" e milhares de pessoas ficaram sem-teto, acrescentou.

A RDC é um dos países mais pobres do planeta e dois terços de seus cerca de 70 milhões de habitantes vivem abaixo da linha da pobreza, com 1,25 dólares diários.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos