Onze elefantes são salvos no Camboja em cratera de bomba

Phnom Penh, 25 Mar 2017 (AFP) - Onze elefantes selvagens, incluindo um filhote, foram resgatados neste sábado no Camboja de uma enorme cratera causada por uma bomba, cheia de lama, onde estavam presos há quatro dias, informou à AFP uma autoridade local.

Os elefantes foram descobertos na sexta-feira na cratera de três metros de profundidade, localizada em uma área florestal protegida. Apenas suas costas e cabeças estavam a vista, afirmou Keo Sopheak, chefe da secretaria de Meio Ambiente da província de Mondulkiri.

Os elefantes "desceram para beber água e não conseguiram sair", explicou.

De acordo Sopheak, os moradores da região alargaram a cratera, causada pela explosão de uma bomba durante a guerra civil no Camboja há três décadas, para armazenar água.

"Nós tivemos que cavar a borda da cratera com a mão para criar uma passagem", indicou Sopheak, acrescentando que equipes de resgate introduziram água para diluir a lama e permitir que os elefantes saíssem do buraco.

Estima-se que no Camboja haja apenas cem elefantes asiáticos, uma espécie em extinção, como seus primos africanos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos