Dezessete mineiros morrem em deslizamento em Gana

Acra, 6 Jul 2017 (AFP) - Dezessete mineiros clandestinos, desaparecidos no domingo no desabamento de uma mina de ouro artesanal em Gana, foram declarados mortos nesta quinta-feira e as operações de busca foram suspensas, anunciou à AFP uma autoridade local.

Apenas o corpo de um mineiro, entre aqueles que os socorristas encontraram nos escombros, pode ser extraído, indicou Williams Adomako, representante da localidade de Nsuta.

A mina, de 80 metros de profundidade e localizada na região de Prestea-Nsuta, 320 km da capital de Gana, Accra, desmoronou no domingo quando um grupo de mineiros ilegais retornava para a superfície.

Vários mineiros conseguiram escapar com vida antes do desabamento total da mina.

O governo e as autoridades locais decidiram suspender as operações de resgate em acordo com as famílias das vítimas, segundo Adomako.

O bombeiro Ebenezer Yenzu, da equipe de resgate, explicou que a decisão foi tomada em razão do risco sanitário e de novos deslizamentos.

"Quantos mais dias, mais os cadáveres se decompõem. Há um risco de contaminação", declarou.

"Todo o mundo aceitou o fato que devíamos sepultá-los", acrescentou Adomako.

str-phz/sf/lp/es/jz/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos