Egito: 26 soldados mortos ou feridos em ataques no Sinai

Cairo, 7 Jul 2017 (AFP) - Vinte e seis soldados egípcios morreram ou ficaram feridos nesta sexta-feira em vários ataques contra postos de controle do norte do Sinai, informou o exército em um comunicado.

As Forças Armadas afirmaram que mataram 40 criminosos durante confrontos com extremistas na região, na qual atua o braço egípcio do grupo jihadista Estado Islâmico (EI).

Várias ambulâncias foram enviadas aos locais dos ataques, ao sul da localidade de Rafah, perto da fronteira com a Faixa de Gaza.

Desde que o exército derrubou em 2013 o presidente Mohamed Mursi, membro da Irmandade Muçulmana, diversos grupos jihadistas intensificaram os atentados contra militares e policiais, o que provocou centenas de mortes, sobretudo na península do Sinai.

Os turistas e a comunidade cristã copta também foram alvos de ataques violentos reivindicados pelo EI no Sinai e em outras áreas do Egito.

se/mer/tp/erl-gm/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos