Refugiada síria grávida é estuprada e morta junto ao filho na Turquia

Em Ancara

  • Getty Images/iStockphoto

Uma refugiada síria grávida de nove meses foi estuprada e assassinada junto a seu filho de 10 meses no norte da Turquia, informou a imprensa local.

A mulher e seu filho foram arrastados para uma área de matagal por dois homens que admitiram tê-la estuprado, segundo a agência Dogan, antes de arrebentar a cabeça da mulher a pedradas e estrangular o bebê.

A agência diz ainda que a vítima, 20 anos, ia dar à luz nesta sexta-feira, segundo agendado em um hospital.

Os dois suspeitos - um deles casado e pai de família - foram presos e admitiram os fatos.

Eles trabalham na mesma fábrica em que o marido da vítima é funcionário e tiveram uma briga com ele há alguns dias.

A família síria chegou à Turquia no ano passado, fugindo do conflito na Síria.

Nos últimos dias, as redes sociais turcas compartilham mensagens contra os sírios, com hashtags exigindo que voltem para casa.

A Turquia acolhe 3 milhões de refugiados sírios.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos