Funcionário da ONU ressalta difíceis condições de vida em Gaza

Jerusalém, 11 Jul 2017 (AFP) - A Faixa de Gaza talvez já esteja "inabitável", advertiu nesta terça-feira Robert Piper, funcionário das Nações Unidas, após uma década de dominação do movimento islâmico Hamas e do bloqueio israelense que paralisa o enclave palestino, afetado pela superpopulação.

Piper, encarregado da ONU para assuntos humanitários nos territórios palestinos, declarou à AFP que todos os "indicadores vão em uma direção ruim", em uma entrevista paralela à publicação de um novo relatório sobre as condições de vida em Gaza.

"Advertimos há alguns anos que Gaza rapidamente ficaria inabitável, levando em conta muitos indicadores, e nesse momento se aproxima ainda mais rápido do que o previsto [em matéria de] acesso a saúde, energia e água", afirmou.

Em um relatório publicado em 2012, a ONU advertiu que o enclave palestino ficaria "inabitável" antes de 2020 caso nada fosse feito para reduzir o bloqueio.

Piper ressaltou o baixo nível do fornecimento de energia no enclave, que nas últimas semanas chegou a duas horas por dia. A assistência médica diminuiu e o desemprego entre os jovens é de 60%.

Nestas circunstâncias, "para a maioria de nós o ponto de não viabilidade já foi superado", ressaltou.

O movimento islâmico Hamas assumiu o poder pela força em junho de 2007 em Gaza, tomando o controle do território palestino das forças do presidente Mahmud Abas, cuja Autoridade Palestina controla a Cisjordânia ocupada.

O golpe do Hamas levou Israel a impôr um bloqueio na Faixa de Gaza. Seus críticos consideram que o bloqueio castiga indiscriminadamente os dois milhões de habitantes do território.

Desde 2013, o Egito, o outro país com o qual Gaza faz fronteira, bloqueou quase completamente o acesso a esse território e destruiu centenas de túneis de contrabando, que eram um recurso vital para a economia e que o Hamas utilizava para passar armas.

Segundo o novo relatório da ONU, "Gaza - dez anos depois", mais de 95% da água da Faixa de Gaza não é potável.

A Faixa de Gaza é um território estreito de apenas 40 km de comprimento e 10 km de largura, cercado por Israel, Egito e o Mediterrâneo oriental.

Com dois milhões de habitantes, é uma das áreas mais densamente povoadas do mundo.

jod-dms/cmk/eg/cc/lr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos