Procuradora venezuelana denunciará funcionários por subornos da Odebrecht

Caracas, 12 Jul 2017 (AFP) - A procuradora venezuelana, Luisa Ortega, anunciou nesta terça-feira que denunciará vários funcionários que supostamente receberam subornos da Odebrecht para favorecer a execução de obras.

"Temos identificados vários funcionários públicos que comprometeram o patrimônio do Estado em favor dessas empresas. Quando forem citados em denúncia, o que acontecerá nos próximos dias, vamos informar", anunciou em entrevista à emissora Unión Radio.

A funcionária assegurou que o Ministério Público tem os contratos e identificou as pessoas que autorizaram a execução de obras da Odebrecht que estão inconclusas.

"Olho os que assinaram esses contratos, que não lhe deram prosseguimento, e essas obras que nunca foram concluídas. Além disso, muito deles receberam subornos", acrescentou.

A procuradora afirmou que as supostas comissões recebidas pelos funcionários investigados "foram depositadas em contas no exterior, em alguns casos em nome de familiares".

"Tudo isso nós já temos bem organizadinho", acrescentou.

Ortega disse que o Ministério Público tem encontrado muitos obstáculos para investigar casos de corrupção, especialmente os relacionados com a Odebrecht, pois "quem tem os elementos de prova são aqueles que estão sendo investigados".

A procuradora-geral, uma chavista veterana, rompeu relações com o presidente Nicolás Maduro, tornando-se uma dura opositora ao governo.

No dia 15 de fevereiro, a procuradoria informou que a justiça congelou as contas bancárias e os ativos da Odebrecht no país, depois do escândalo de subornos da companhia brasileira a funcionários do governo em vários países da América Latina.

De acordo com a declaração do ex-presidente da construtora Marcelo Odebrecht, a Venezuela é o segundo país latino-americano no qual a empresa pagou mais subornos (98 milhões de dólares), atrás apenas do Brasil.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos