PUBLICIDADE
Topo

Zoo do México se nega a transferir ursa polar para melhor refúgio, denuncia ONG

22/03/2018 06h17

Morelia, México, 22 Mar 2018 (AFP) - Michoacán, um estado muito quente do oeste do México, abriga há vários anos uma ursa polar em um zoológico que não tem as condições necessárias e se recusa a aceitar a transferência para um refúgio melhor na Inglaterra, denunciou a ONG canadense Zoocheck.

"O governo de Michoacán e o Zoológico de Michoacán rompem um convênio internacional, sabotando a oportunidade de Yupik viver em um local adequado para ela", denunciou a ONG.

Yupik nasceu no Alasca, mas ficou órfã aos quatro meses, quando um caçador matou sua mãe. Em 1992, o Zoológico de Morelia, capital de Michoacán, solicitou a criação e as autoridades americanas autorizaram um empréstimo a longo prazo, desde que fossem preservadas as condições para a manutenção de ursos polares.

Após uma revisão médica autorizada em 2016, os veterinários diagnosticaram que Yupik sofre as consequências de uma infecção que não recebeu o atendimento apropriado por anos, de viver em um clima quente e de permanecer confinada em um espaço pequeno e inadequado para a espécie.

Em novembro de 2017, o Zoológico de Morelia e o governo do estado assinaram um convênio para a transferência e entrega definitiva de Yupik ao parque Yorkshire Wildlife, na Inglaterra, onde teria uma subsistência adequada a suas necessidades. Todos os gastos seriam pagos pela Zoocheck.

"Mas sem aviso prévio e duas semanas antes da data programada de 9 de março para a transferência de Yupik, o governador de Michoacán, Silvano Aureoles, tomou a decisão unilateral de deixar Yupik no Zoológico de Morelia. Sem apresentar nenhuma justificativa fundamentada (...) pretende não cumprir os compromissos assinados', afirmou a Zoocheck.

str-yo/lda