PUBLICIDADE
Topo

Furacão Willa, de categoria 5, se faz sentir na costa mexicana

22/10/2018 19h02

México, 22 Out 2018 (AFP) - O furacão Willa, que atravessa o Pacífico a noroeste do México, alcançou a categoria 5, a máxima na escala Saffir-Simpson, enquanto se aproxima da costa do Pacífico mexicano, onde chuvas e ondulações em várias regiões turísticas antecipam a chegada deste fenômeno "potencialmente catastrófico".

Segundo o último informe, do Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC), com sede em Miami, às 18h00 GMT (15h00 de Brasília), Willa estava a 250 km das ilhas Marias e a 190 km de Cabo Corrientes, localizados em frente à costa noroeste do México.

"Os ventos máximos sustentáveis aumentaram para cerca de 260 km/h com rajadas mais fortes. Willa é um furacão categoria 5 e extremadamente poderoso", assinalou o último boletim do CNH.

Devido à proximidade do furacão, a Defesa Civil do Ministério do Interior declarou as costas de Sinaloa, Jalisco e Nayarit em alerta verde, onde as aulas foram suspensas nesta segunda-feira e as mensagens são divulgadas constantemente para que os moradores estejam prontos quando chegar o fenômeno.

O furacão avança a 11 km/h na direção norte-nordeste e espera-se que na manhã de terça-feira passe sobre ou muito perto das Ilhas Marias, situadas a uns 100 km da costa do estado de Nayarit e onde funciona um presídio federal, para à tarde chegar à costa oeste mexicana.

O Serviço Meteorológico mexicano (SMM) prevê que Willa perca força e chegue à categoria 4 ao amanhecer de terça-feira e toque terra no sul de Sinaloa.

O NHC advertiu que mesmo que perca força na terça-feira, Willa continuará sendo "um furacão maior extremamente perigoso quando alcançar a costa do México".