PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Itália fecha portos a navio com 300 migrantes resgatados

22/12/2018 11h53

Roma, 22 dez 2018 (AFP) - Os portos da Itália estavam fechados a cerca de 310 migrantes resgatados no Mediterrâneo pela ONG espanhola Proactiva Open Arms, declarou neste sábado o ministro do Interior italiano, Matteo Salvini, após uma primeira rejeição das autoridades de Malta

"Para os traficantes de seres humanos e para os que os ajudam, a festa acabou", tuitou o ministro, de extrema direita, assinalando que o pedido da ONG de acesso ao território italiano de homens, mulheres e crianças resgatados ontem foi apresentado depois da resposta negativa de Malta.

Segundo a ONG, entre os migrantes, uma mulher e seu bebê nascido em uma praia líbia foram levados a Malta por um helicóptero da guarda costeira.

A Proactiva Open Arms anunciou ontem à noite o resgate de cerca de 300 migrantes na costa líbia, entre eles gestantes, que se encontravam em três embarcações.

O navio retomou no fim de novembro suas missões de salvamento no Mediterrâneo central, na costa líbia. Esta rota da imigração clandestina é mais fatal, com mais de 1.300 migrantes mortos em sua tentativa de chegar a Itália ou Malta desde o começo do ano, segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM, órgão da ONU).

bur-cjo/cls/lth/bc/age/lb

Internacional