PUBLICIDADE
Topo

Mineiros prestes a chegar em menino que caiu em poço na Espanha

25/01/2019 21h55

Totalán, Espanha, 25 Jan 2019 (AFP) - Um grupo de mineiros de elite se encontrava nesta sexta-feira muito próximo do menino de dois anos que há 12 dias caiu em um poço no sul da Espanha.

Em uma operação sem precedentes, dificultada pelo terreno muito duro, os socorristas cavaram um túnel vertical paralelo ao profundo poço de 25 centímetros de diâmetro onde o pequeno Julen Roselló caiu.

Uma vez escavado esse túnel, os mineiros começaram a descer na quinta por uma jaula metálica para escavar outro túnel horizontal de quatro metros para atingir o buraco onde estaria a criança.

Dos trabalhos participam também uma equipe de bombeiros e agentes civis especializados em bombas.

Na noite desta sexta-feira, os mineiros escavaram 3,35 metros dos 4 necessários, mas devido à dureza da rocha, terão que fazer mais uma explosão, revelou Jorge Martín, porta-voz da Guarda Civil.

Estas explosões "devem ser extremamente precisas devido à proximidade de onde, supostamente, está Julen", e cada pequena detonação exige duas horas.

Desde que o menino caiu no poço, não há provas de que esteja vivo. Mas as autoridades dizem não perder as esperanças.

Para esclarecer as circunstâncias da queda, em um poço que carecia de sinalização, a Guarda Civil interrogou os pais, o dono do terreno e os responsáveis pelas prospecção do buraco.

Um tribunal de Málaga abriu um processo sobre o caso.

avl/mg/ra/cn