PUBLICIDADE
Topo

EUA mobilizam navio no Caribe frente a 'reivindicação marítima excessiva' da Venezuela

15/07/2020 20h06

Washington, 15 Jul 2020 (AFP) - Os Estados Unidos mobilizaram nesta quarta-feira um navio de guerra no Caribe, em frente à costa venezuelana, em resposta a uma "reivindicação marítima excessiva" de Caracas devido a outro exercício da Marinha americana, realizado há três semanas, que autoridades venezuelanas classificaram de "provocação".

"Hoje, o destroier USS Pinckney desafiou a reivindicação marítima excessiva da Venezuela em águas internacionais, durante um exercício de navegação bem-sucedido pelo Mar do Caribe", informou o Comando Sul dos Estados Unidos em comunicado.

No mês passado, os americanos lançaram uma operação semelhante com o navio de guerra Nitze (DDG 94), exercício que Caracas chamou de "provocação", alegando que a embarcação se aproximou a 30 milhas da costa. Os Estados Unidos afirmam que a Marinha operou em águas internacionais, fora das 12 milhas náuticas que são de jurisdição venezuelana.

Segundo o Comando Sul, o USS Pinckney, juntamente com outros navios da Marinha, estão presentes naquela região do Caribe devido a suas operações antinarcóticos. "Continuaremos exercendo nosso direito legítimo de navegar livremente por águas internacionais sem nos submetermos a reivindicações ilegais", assinalou o almirante Craig Faller, que preside o Comando Sul.

an/mls/lb