PUBLICIDADE
Topo

Equador elimina isolamento para viajantes internacionais que mostrarem teste negativo para coronavírus

15/08/2020 16h57

Quito, 15 Ago 2020 (AFP) - O Equador, que superou hoje 100 mil casos do novo coronavírus, resolveu eliminar o isolamento preventivo para os viajantes internacionais que apresentarem nos aeroportos do país um teste PCR negativo para a Covid-19, anunciou a Direção Geral de Aviação Civil (DGAC).

"Todos os cidadãos nacionais e estrangeiros que entrarem no Equador por via aérea e apresentarem um teste RT-PCR negativo ficam isentos de cumprir o período de isolamento, publicou a DGAC em comunicado.

Segundo a Direção, trata-se de uma resolução do Comitê de Operações de Emergência (COE) Nacional, que se encarrega dos cuidados da pandemia no país, que alcançou 100.688 casos de COVID-19, incluindo 6.065 mortos.

O teste terá que ser realizado "no máximo até 10 dias antes da viagem ou após a chegada do passageiro". O isolamento foi reduzido de 15 dias obrigatórios "para um período de pelo menos 10 dias" para os viajantes que não conseguirem provar que não estão com a doença.

O Equador, duramente afetado pelo coronavírus, retomou no começo de junho os voos comerciais domésticos e internacionais. Os passageiros de voos locais são obrigados a apresentar um teste de Covid-19 com resultado negativo realizado dentro dos três dias anteriores ao embarque, enquanto para os que viajarão para fora do Equador são necessários cinco dias de antecedência.

dsl/rsr//lb