PUBLICIDADE
Topo

Lukashenko presta juramento em cerimônia secreta para sexto mandato em Belarus

23/09/2020 07h11

Minsk, Bielorrússia, 23 Set 2020 (AFP) - O presidente de Belarus, Alexander Lukashenko, que enfrenta um grande movimento de protesto nas ruas desde sua reeleição em agosto, prestou juramento para o sexto mandato em uma cerimônia secreta, informou nesta quarta-feira a agência estatal de notícias Belta.

"Alexander Lukashenko prestou juramento no idioma bielorrusso, depois assinou o documento e a presidente da Comissão Eleitoral entregou o certificado de presidente da República de Belarus", afirmou a Belta.

Os meios de comunicação independentes e as plataformas da oposição já javiam mencionado a possibilidade, depois que o cortejo presidencial foi observado percorrendo a cidade em alta velocidade. A principal avenida de Minsk foi fechada ao público e um grande dispositivo policial foi mobilizado.

"O presidente em exercício afirmou que venceu com 80% dos votos, mas transformou sua posse em uma operação dos serviços especiais, com proteção das forças antidistúrbios e secreta", ironizou no Telegram um dos líderes da oposição, Pavel Latushko, no exílio como a maioria de seus colegas.

De acordo com a Belta, Lukashenko expressou "orgulho" no discurso de posse.

"Não escolhemos apenas um presidente, defendemos nossos valores, a vida em paz, a soberania e a independência", disse.

Desde 9 de agosto, dia da eleição presidencial, as ruas de Minsk se transformaram em cenário de grandes manifestações que pedem a renúncia de Lukashenko. A reeleição é considerada uma fraude pela oposição, que foi reprimida de maneira violenta.

Quase todos os líderes opositores estão exilados ou foram detidos, como a candidata Svetlana Tikhanovskaya, que reivindica a vitória nas eleições e está na Lituânia.

bur-alf/pop/sba/bl/es/fp