PUBLICIDADE
Topo

Incêndio violento na Califórnia deixa 60.000 evacuados

26/10/2020 20h44

Los Angeles, 26 Out 2020 (AFP) - Um incêndio florestal, alimentado por ventos fortes, surgiu na região de Los Angeles na manhã desta segunda-feira (26), fazendo com que cerca de 60.000 moradores de Irvine fossem evacuados, quando o estado da Califórnia declarou um alerta vermelho.

O incêndio, apelidado de "Fogo Silverado", começou às 6h47, no horário local, em Irvine Hills (cerca de 60 km a sudeste de Los Angeles) e já havia atingido 800 hectares quatro horas depois, segundo os bombeiros.

O vento forte que sopra na região, com velocidades superiores a 100 km/h, não só alimenta as chamas como impede a intervenção de aviões de combate a incêndios.

Como precaução, as autoridades de Irvine ordenaram a evacuação dos cerca de 60.000 moradores que viviam em bairros potencialmente ameaçados pelas chamas.

Todas as escolas na área - cujo céu escureceu por causa das grossas colunas de fumaça, segundo testemunhas - também foram evacuadas, de acordo com a sargento da polícia de Irvine, Karie Davies.

"Foi uma loucura. Mesmo dentro no carro, meus olhos, nariz e garganta doíam. Parecia que já era noite", disse à AFP Frédéric Tournadre, um francês que trabalha para uma empresa em Irvine.

O local fica fora do perímetro de evacuação, mas a administração preferiu pedir a seus funcionários que o desocupassem durante o dia.

"Até nos escritórios começamos a sentir o cheiro" de fumaça, relatou Tournadre.

Várias estradas foram atingidas pela progressão das chamas, mas isso não impediu as evacuações.

Os serviços meteorológicos declararam uma grande área ao redor de Los Angeles em alerta vermelho até a tarde de terça-feira por causa dos ventos fortes e muito secos que começaram a soprar.

Alertas semelhantes estão em vigor em grande parte da Califórnia, incluindo o interior do estado.

O fenômeno é típico desta época do ano, mas este episódio é particularmente forte e reúne "as condições mais perigosas para incêndios desde outubro de 2019", quando as chamas provocaram evacuações fora de Los Angeles, ameaçando principalmente o famoso museu Getty.

Afetado por uma seca crônica, agravada pelas mudanças climáticas, o oeste dos Estados Unidos sofreu incêndios florestais de tamanho excepcional este ano, com o registro de 31 mortos e quase 17.000 km2 transformados em fumaça somente na Califórnia desde o início da temporada de verão no hemisfério norte.

Alguns dos incêndios gigantescos que surgiram no norte do estado em agosto ainda não estavam totalmente contidos nesta segunda-feira.

ban/sdu/dg/rs/bn/mvv