PUBLICIDADE
Topo

Balsa vira e deixa ao menos quatro migrantes mortos nas Canárias

24/11/2020 20h13

Arguineguin, Espanha, 24 Nov 2020 (AFP) - Pelo menos quatro migrantes morreram nesta terça-feira (24) quando uma balsa levando cerca de trinta pessoas virou em frente à ilha espanhola de Lanzarote, enquanto os serviços de emergência procuravam outras possíveis vítimas, informaram os socorristas das Canárias.

"Uma balsa virou às 19h30 locais (16h30 de Brasília). Cinco ocupantes conseguiram chegar em terra e os serviços de emergência resgataram outros quinze", disse à AFP uma porta-voz destes serviços.

"Foram resgatados os corpos de dois falecidos e as buscas continuam", informou a porta-voz, detalhando que os fatos ocorreram na costa de Orzola, ao norte da ilha do arquipélago canário.

Minutos depois, Enrique Espinosa, gerente do consórcio de emergência e segurança de Lanzarote, anunciou tinham sido encontrados outros dois mortos e que até o momento há 28 sobreviventes.

"Esperamos que faltem três (falecidos) por localizar", acrescentou.

As Canárias têm sido cenário de uma escalada de chegada de imigrantes africanos: mais de 18.000, cerca da metade no último mês, alcançaram o arquipélago este ano vindos da África em travessias perigosas pelo oceano Atlântico a bordo de embarcações precárias.

Diante da situação, que revive a crise de 2006, quando 30.000 migrantes desembarcaram nestas ilhas, o governo espanhol habilitou acampamentos temporários para acolher até 7.000 pessoas e lançou uma ofensiva diplomática em vários países africanos para evitar a saída de migrantes até as ilhas atlânticas.

du-pm/bc/mvv