PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Queda de helicóptero no Iraque em 'missão de combate' mata cinco militares

10.dez.2019 - Manifestante segura bandeira do Iraque durante protesto em Bagdá - Alaa al-Marjani/Reuters
10.dez.2019 - Manifestante segura bandeira do Iraque durante protesto em Bagdá Imagem: Alaa al-Marjani/Reuters

Da AFP, em Bagdá

29/07/2021 05h14Atualizada em 29/07/2021 07h38

Cinco militares iraquianos morreram hoje na queda de um helicóptero durante uma "missão de combate", informou o exército do Iraque, que não especificou a causa do acidente.

Uma fonte das forças de segurança afirmou que o helicóptero foi alvo de um disparo.

O acidente aconteceu perto de Amerli, ao sul de Kirkuk (norte), região em que o exército iraquiano executa operações com frequência contra células do grupo extremista Estado Islâmico (EI).

As forças de segurança iraquianas iniciaram na terça-feira (27) "uma operação para inspecionar e limpar as áreas no sul da região de Kirkuk", de acordo com sua conta no Twitter.

Uma fonte das forças de segurança ouvida pela AFP afirmou que dois helicópteros estavam em missão de vigilância das torres das linhas de alta tensão, que foram alvos de ataques nos últimos meses.

Quando se aproximavam da área de Amerli, um deles "se viu exposto a fogo direto", o que provocou o acidente, de acordo com a fonte.

Embora as forças iraquianas tenham derrotado oficialmente o EI em 2017 com o apoio da coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, células adormecidas permanecem em regiões montanhosas e desérticas e executam ataques pontuais.

Em 19 de julho, o EI reivindicou um ataque suicida contra um mercado popular de Bagdá que deixou 30 mortos.

Internacional