Alto funcionário dos EUA se reunirá com presidente eleito da Guatemala para abordar transição

O chefe da diplomacia dos Estados Unidos para a América Latina, Brian Nichols, falará esta semana na Guatemala com o presidente eleito Bernardo Arévalo sobre o processo de "transição", em meio a uma crise política no país, informou o Departamento de Estado nesta segunda-feira (23). 

Nichols viajará para Guatemala e El Salvador de 23 a 27 de outubro, informou o alto funcionário em um comunicado, sem especificar os dias em que estará em cada país. 

Na Guatemala, ele se reunirá com Arévalo e com o ministro das Relações Exteriores da Guatemala, Mario Búcaro, "para discutir o processo de transição presidencial", diz o texto.

Ele enfatizará "a necessidade de garantir uma transição democrática pacífica em janeiro" entre Arévalo, um social-democrata, e o atual presidente, o direitista Alejandro Giammattei. 

Também pedirá "para priorizar o diálogo entre todos os atores como forma de resolver a crise política do país", onde os manifestantes pedem a renúncia da procuradora-geral Consuelo Porras e do juiz Fredy Orellana, por terem ordenado a busca na sede do tribunal eleitoral alegando supostas anomalias nas eleições, vencidas por Arévalo.

Este último os acusa de liderar um "golpe de Estado em curso" devido ao medo das elites da sua promessa de combater a corrupção.

O subsecretário aproveitará a viagem para se reunir com outras "vozes" do processo político, como líderes de comunidades indígenas, representantes do setor privado e ativistas de direitos humanos, além de discutir a migração, acrescenta Washington. 

Em El Salvador, Nichols se reunirá com o presidente Nayib Bukele, que trava uma "guerra" contra gangues sob o amparo de um regime de exceção criticado por organizações de direitos humanos. 

Os direitos humanos serão precisamente um dos temas discutidos no encontro, no qual também falarão sobre prosperidade econômica, Estado de direito, cooperação migratória e segurança, segundo o comunicado.

Continua após a publicidade

erl/ll/aa/mvv

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes