Blinken chega a Israel para pressionar por prorrogação da trégua em Gaza

O chefe da diplomacia americana, Antony Blinken, chegou a Tel Aviv nas primeiras horas de quinta-feira (noite de quarta, 29, no Brasil) para dialogar com os dirigentes israelenses sobre uma prorrogação da trégua com o Hamas e a entrada de mais ajuda humanitária em Gaza.

"Queremos que esta pausa seja prorrogada porque permitiu libertar reféns e trabalhar na assistência humanitária daqueles que dela precisam desesperadamente", disse o secretário de Estado dos EUA na sede da Otan em Bruxelas, antes de fazer sua terceira viagem regional - e sua sexta visita a Israel - desde o início, em 7 de outubro, da guerra entre Israel e o movimento islamista palestino Hamas, no poder na Faixa de Gaza. 

Segundo o secretário de Estado do presidente Joe Biden, uma prorrogação da trégua também interessa a Israel, já que seus líderes "estão concentrados em levar para casa" os reféns ainda nas mãos do Hamas.

Blinken tem prevista uma reunião em Tel Aviv com o presidente de Israel, Isaac Herzog, e com o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu. Também visitará Ramallah, sede da Autoridade Palestina na Cisjordânia ocupada.

O diplomata americano chegou pouco depois do anúncio de que o Hamas havia libertado 10 reféns israelenses, assim como quatro cidadãos tailandeses e dois de nacionalidade russa, enquanto Israel havia soltado 30 palestinos, incluindo 16 menores e 14 mulheres.

Trata-se da sexta troca do tipo desde o início da trégua na última sexta-feira, que deve expirar às 5h00 GMT (2h00 de Brasília) desta quinta-feira.

A guerra começou em 7 de outubro, com uma incursão de milicianos islamistas que mataram 1.200 pessoas em Israel, na sua maioria civis, e sequestraram outras 240, de acordo com balanço israelense.

Israel retaliou lançando uma campanha de bombardeios contra Gaza, governada pelo Hamas, que, segundo o grupo, resultou em mais de 14.800 mortes, também em sua maioria civis.

lb/fjb/js/hgs/mvv/am/ic

Continua após a publicidade

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes