CEOs de redes sociais comparecerão ao Senado dos EUA

Os diretores executivos das principais redes sociais, incluindo Mark Zuckerberg do Facebook e Instagram e Shou Zi Chew do TikTok, enfrentarão um interrogatório no Senado dos Estados Unidos no início do próximo ano para responder pela exploração sexual infantil online.

A CEO do Twitter, Linda Yaccarino, e os líderes do Snap e Discord também estarão presentes.

Essa audiência, agendada para 31 de janeiro, é o resultado de longas negociações, afirmaram o senador republicano Lindsey Graham e seu colega democrata Dick Durbin.

"Desde o início, sabíamos que nossos esforços para proteger as crianças online seriam recebidos com ceticismo pelos gigantes tecnológicos", disseram em um comunicado conjunto.

"Agora que as cinco empresas concordaram em cooperar, esperamos ouvir notícias de seus líderes", enfatizaram.

Embora por anos o Congresso não tenha conseguido concordar com leis para regular melhor as gigantes da tecnologia da informação, a questão da proteção infantil tende a unir os legisladores dos dois principais partidos políticos.

Além disso, os efeitos tóxicos das redes sociais nos jovens se tornaram o foco mais recente para os legisladores dos Estados Unidos, que estão lutando para aprovar legislação federal para conter as grandes tecnologias, em meio a divisões políticas e um intenso lobby da indústria.

arp-cjc/cha/tm/am

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora