Azerbaijão alcançou 'consenso' para sediar a COP29 em 2024, segundo ministro

O ministro da Ecologia do Azerbaijão, Mukhtar Babayev, anunciou neste sábado (9) em Dubai que o seu país chegou a um consenso para sediar a 29ª conferência das Nações Unidas sobre a mudança climática no próximo ano. 

"Tenho o prazer de anunciar que existe um consenso geral sobre a candidatura do Azerbaijão para acolher a COP29", disse Mukhtar Babayev em uma sessão plenária ministerial na COP28. 

"Estamos muito gratos pelo apoio de todos os países, especialmente os do Grupo da Europa do Leste e do anfitrião, os Emirados Árabes Unidos", acrescentou. 

"Estamos empenhados em trabalhar de forma inclusiva e colaborativa com todos, para tornar a COP29 um sucesso", acrescentou.

A designação do país anfitrião da COP29 estava bloqueada há meses pela posição da Rússia, que mantinha objeções à realização da conferência na Bulgária, país membro da União Europeia. 

Duas outras candidaturas, a do Azerbaijão e a da Armênia, se anulavam mutuamente devido à hostilidade entre estes dois países vizinhos. 

Ambos os países do Cáucaso, que ainda registam regularmente incidentes armados na fronteira, emitiram uma declaração conjunta na quinta-feira na qual anunciaram que a Armênia estava retirando a sua candidatura à COP29 e que apoia a do Azerbaijão.

A Conferência das Partes da ONU (COP) é organizada todo ano em um bloco diferente de países: neste ano, a Ásia designou os Emirados Árabes Unidos, e no próximo é a vez do leste europeu, que para este formato inclui a região do Cáucaso. 

A designação do Azerbaijão ainda deve ser ratificada por todos os países na COP28, que termina na terça-feira.

Continua após a publicidade

jz-ico/aa

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes