Biden convida Zelensky à Casa Branca na terça-feira (porta-voz)

O presidente americano, Joe Biden, convidou seu colega ucraniano, Volodimir Zelensky, à Casa Branca na terça-feira, informou uma porta-voz neste domingo (10), em uma demonstração do "compromisso inabalável" do chefe do Executivo com a Ucrânia após o bloqueio legislativo a seu pedido de ajuda a Kiev.

Os dois líderes "vão discutir as necessidades urgentes da Ucrânia" em sua luta contra a invasão russa, e "a importância vital do apoio continuado dos Estados Unidos neste momento crítico", declarou, em nota, a secretária de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre.

A Presidência ucraniana informou, no comunicado, que a reunião se concentrará em pontos-chave, como a "cooperação adicional de defesa entre a Ucrânia e os Estados Unidos, particularmente através de projetos conjuntos na produção de armas e sistemas de defesa aérea, bem como na coordenação de esforços entre nossos países no próximo ano".

Em um golpe para Zelensky, senadores republicanos bloquearam na semana passada US$ 106 bilhões (cerca de R$ 520 bilhões) em ajuda de emergência sobretudo para Ucrânia e Israel, depois que os conservadores refutaram a exclusão de reformas migratórias que eles tinham exigido como parte do pacote.

O bloqueio representa um revés para Biden, que urgiu os legisladores a aprovarem os recursos, alertando que Putin não pararia com uma eventual vitória na Ucrânia e poderia, inclusive, atacar um país da Otan.

A Casa Branca disse que a reunião acontecerá em um momento crítico, "enquanto a Rússia aumenta seus ataques com mísseis e drones contra a Ucrânia".

bur-st/jh/mvv/rpr

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes