EUA pede que Pequim detenha conduta 'perigosa' no Mar do Sul da China

Os Estados Unidos pediram, neste domingo (10), que Pequim detenha suas ações "perigosas e desestabilizadoras" no Mar do Sul da China, depois que um navio filipino e uma embarcação da guarda-costeira chinesa colidiram perto de um recife disputado.

"Estas ações refletem não apenas o descaso inconsequente pela segurança e pela subsistência dos filipinos, mas também pela legislação internacional", disse, em um comunicado, o porta-voz do Departamento de Estado, Matthew Miller.

Miller acrescentou que "os Estados Unidos apelam (à China) a cumprir as leis e desistir de sua conduta perigosa e desestabilizadora".