Americano é condenado a 21 anos de prisão na Rússia por 'abuso sexual de filhos'

Um tribunal de Moscou condenou nesta terça-feira (13) um americano a 21 anos de prisão pelo abuso sexual dos seus próprios filhos enquanto viviam nos Estados Unidos. 

"O tribunal Savelovsky de Moscou condenou o cidadão americano David Thomas Barnes, de 65 anos, a 21 anos em uma colônia penal, considerando-o culpado de abuso sexual dos seus próprios filhos", publicou o tribunal nas redes sociais. 

Barnes estava envolvido em uma disputa legal com sua ex-esposa russa sobre a guarda dos filhos. 

O homem, originário do Texas, foi detido em Moscou em janeiro de 2022, semanas antes do início da ofensiva russa na Ucrânia.

Agências de notícias russas relataram que a ex-esposa de Barnes o acusou de abusar de seus dois filhos anos atrás, quando moravam nos Estados Unidos. 

A imprensa americana conversou com a família dele, que defende sua inocência e afirma que a ex-esposa levou os filhos para a Rússia sem o seu consentimento. 

bur/ach/mas/zm/aa

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora