Cinco civis morrem em bombardeios russos no sul da Ucrânia

Cinco civis morreram nesta terça-feira (13) em bombardeios russos no leste e no sul da Ucrânia, anunciaram as autoridades regionais, reportando também cortes de energia após estes ataques. 

Na região de Kharkiv (leste), dois homens morreram e outros dois ficaram feridos na cidade de Kurilivka, perto da cidade de Kupiansk, disse o governador Oleg Sinegubov no Telegram. 

Três horas depois, a cidade de Vovtchansk, localizada a cerca de 90 quilômetros a nordeste, perto da fronteira com a Rússia, foi alvo de fogo de artilharia, que matou uma mulher de 61 anos e feriu outra mulher de 51 anos em um mercado local, especificou o governador em uma declaração separada.

Na região de Kherson (sul), que também é alvo diário de disparos russos, uma mulher de 83 anos morreu no pátio de sua casa na cidade de Lvové, devido a um bombardeio noturno, disse o governador regional, Oleksandre Prokudine, também no Telegram. 

Por sua vez, Sergi Lyssak, governador da região de Dnipropetrovsk, detalhou na mesma plataforma que um homem de 64 anos morreu por fogo de artilharia na cidade de Nikopol (sudeste). 

Durante a noite, a Rússia enviou 23 drones do tipo "Shahed", de concepção iraniana, informou a Força Aérea Ucraniana, afirmando ter derrubado 16 destes dispositivos nas regiões de Kherson, Zaporizhzhia (sul) e Dnipropetrovsk (centro-leste).

bur-ant/bur/ybl/mab/mb/aa

© Agence France-Presse

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora