George Clooney pede que Biden se retire da corrida presidencial nos EUA

O ator George Clooney, um dos principais arrecadadores de fundos do Partido Democrata, fez um apelo emocionado nesta quarta-feira (10) para que Joe Biden se retire da corrida presidencial americana.

Clooney se junta à crescente lista de figuras públicas que pediram ao presidente de 81 anos que deixe a disputa, após seu desempenho decepcionante no debate contra o republicano Donald Trump.

"Eu amo Joe Biden", escreveu Clooney no jornal The New York Times. "Considero-o um amigo e acredito nele... Mas a única batalha que ele não pode vencer é contra o tempo".

Clooney copatrocinou um evento de arrecadação de fundos estrelado no mês passado em Los Angeles ao lado de Biden, onde sua campanha afirmou ter arrecadado 28 milhões de dólares (R$ 151 milhões).

O ator afirmou que o Biden do evento de Los Angeles "não era o mesmo" de 2010 e nem "mesmo de 2020". "Era o mesmo homem do qual todos nós fomos testemunhas no debate", disse Clooney, desafiando claramente a afirmação de Biden de que seu mau desempenho se tratou apenas de um incidente isolado.

"O partido deveria ouvir potenciais candidatos como a vice-presidente Kamala Harris, o governador de Maryland, Wes Moore, e outros, e então poderíamos ir para a convenção democrata do próximo mês e resolver isso", finalizou Clooney.

Deixe seu comentário

Só para assinantes