Manifestantes deixam portaria principal do Ministério da Fazenda

Depois de dez horas de ocupação, Integrantes dos movimentos dos Trabalhadores Sem Terra (MST), dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) e dos Atingidos por Barragens deixaram agora há pouco a portaria principal do Ministério da Fazenda. 

No momento, servidores do ministério fazem reparos na portaria do prédio, que teve duas vidraças quebradas. Os manifestantes conseguiram chegar ao banheiro do térreo, mas não entraram em nenhuma sala de trabalho. A ocupação foi encerrada sem maiores incidentes.

Integrantes desses movimentos mantiveram a ocupação da portaria do Ministério da Fazenda até por volta das 18h30. O grupo, que chegou por volta das 8h, defendia a reforma agrária popular e pedia que a Companhia Energética de Goiás não fosse privatizada.

A Polícia Militar estimou em 200 o número de manifestantes. Já os organizadores do movimento afirmaram que eram cerca de 500.

Os funcionários do Ministério da Fazenda entraram e saíram do prédio pelo edifício anexo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos