Chuvas deixam 160 mil sem energia em Porto Alegre

O serviço de meteorologia da prefeitura de Porto Alegre disse hoje que os estragos causados pelo forte temporal que atingiu a capital gaúcha na noite de ontem (29) equivalem aos danos de um furacão de categoria 1.  

O temporal provocou queda de árvores, alagamentos e destelhamento de escolas. De acordo com a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) do Rio Grande do Sul, cerca de 340 mil consumidores ficaram sem energia no estado, 90% deles em Porto Alegre. 

Os ventos chegaram a 119,5 quilômetros por hora (km/h).  

De acordo com balanço divulgado hoje à noite  pelo vice-prefeito Sebastião Melo, cerca de 160 mil casas continuam sem luz. Segundo ele, a prioridade das equipes que atuam para reparar os estragos é restabelecer o abastecimento de água e o fornecimento energia elétrica para hospitais que estão operando por meio de geradores, além da religação de 40 semáforos que continuam apagados na cidade. 

O Corpo de Bombeiros informou que o número de emergência 193 foi afetado pela ruptura de cabos e não está funcionando. Assim, a corporação recomenda que os cidadãos liguem para o número 156, da prefeitura, para pedir ajuda, mas somente em casos de emergência, como incêndio, desabamentos e acidentes de trânsito, para não congestionar as linhas. 

Amanhã (31), deve voltar a chover forte em Porto Alegre . A temperatura mínima deve ficar em 20°C e a máxima, 26°C.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos