FAO: fome atinge níveis alarmantes no Sudão do Sul

O Fundo das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) alertou hoje (29) para os "alarmantes" níveis de fome no Sudão do Sul, com os alimentos atingindo preços recordes depois de dois anos de guerra civil.

Apesar de um acordo fechado em agosto, os combates prosseguem no país. Segundo os especialistas da Organização das Nações Unidas, partes do estado de Unity (Norte) estão à beira da fome.

"Foram feitos relatórios alarmantes de fome, desnutrição aguda e níveis catastróficos de segurança alimentar nas áreas mais afetadas pela violência", informou a FAO em comunicado.

A organização alertou que a previsão para o resto do ano é sombria, tendo em conta o fim das provisões e uma temporada agrícola provavelmente fraca.

Depois de conquistar sua independência do Sudão em julho de 2011, o Sudão do Sul é, desde dezembro de 2013, palco de uma guerra civil, com combates entre as Forças Armadas, minadas por conflitos políticos e étnicos.

O governo e os rebeldes foram acusados de massacres, recrutamento e morte de crianças, violações e deslocamento forçado de populações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos