Alan Marques/Folhapress

Processo de impeachment

PRB diz que governo perdeu credibilidade e pede impeachment de Dilma

Ivan Richard

Em Brasília, da Agência Brasil

Ao defender a admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, o líder do PRB, deputado Márcio Marinho (BA), disse que o atual governo perdeu a credibilidade perante vários setores. Após mais de 15h30 de discursos, o PRB, que tem uma bancada com 22 deputados, foi o nono partido a apresentar seus argumentos sobre a representação que pede o afastamento de Dilma.

"O Executivo perdeu totalmente a credibilidade. Empresários estão desacreditados, pescadores estão desacreditados, domésticas, advogados, médicos. De Norte a Sul, a população está desacreditada", disse Marinho.

O deputado Ronaldo Martins (PRB-CE) criticou a estratégia governista de atacar aqueles que são favoráveis ao impeachment. "Querem impor a vontade de um grupo de pessoas e partidos. Agridem, difamam, utilizam-se de aparato bancado pelo governo central para tratar as pessoas como se elas não soubessem o que é melhor para o país", disse.

Da tribuna, João Campos (PRB-GO) defendeu a legalidade do impeachment. "Estou convencido de que não há golpe em curso. Ao contrário, existe um processo de impeachment que obedece à Constituição, às leis e ao Regimento Interno [da Câmara]", disse. O deputado disse ainda que as famílias estão sofrendo por conta da grave crise econômica enfrentada pelo país.

De acordo com deputado Vinicius Carvalho (PRB-SP), o governo Dilma, por conta da crise política, não consegue mais conduzir o país. "É frustrante estar nesta Casa legisladora sem que nada se consiga produzir porque um fantasma da Presidência da Republica nos assombra".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos