"Erro de identificação" fecha Base Aérea de Andrews, nos Estados Unidos

José Romildo - Correspondente da Agência Brasil

A Base Aérea de Andrews, situada em área próxima a Washington, capital dos Estados Unidos, informou hoje, em mensagem pelo Facebook, que o fechamento temporário da instalação militar, ocorrido na manhã de hoje (30), ocorreu por um "erro de identificação" no momento anterior ao início de exercícios de tiros dos militares, sem prévio aviso.

"Felizmente, não houve situação de risco de vida", afirmou, na nota, o comandante da base, coronel Brad Hoagland. No momento em que detectaram o erro, os militares determinaram a suspensão de fechamento da base. Na nota, a base aérea confirmou que, no momento da operação, inspetores de rotina relataram a existência de um "atirador ativo" na área médica, o que provocou um chamado de socorro dirigido ao centro de operações do local.

A nota esclarece que a suposta ameaça estava localizada dentro do prédio e não fora. As primeiras informações - não oficiais - falavam da existência de um suposto homem  armado nas imediações do prédio.

"Tomamos todas as ameaças a sério e reagimos para garantir a segurança das pessoas na base", disse o coronel Hoagland. E acrescentou: "Aplaudo a reação rápida dos nossos socorristas em manter a segurança da nossa família da Base Aérea de Andrews, que é prioridade número um."

Em maio deste ano, a Base Aérea Andrews já tinha sido fechada depois que uma mulher -  alegando ter uma bomba amarrada ao peito - chegou ao centro de visitantes. A mulher foi presa e uma equipe de explosivos determinou que nela não havia nenhuma bomba.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos